BlogDestinosDicasInternacionais

Atrações em Doha: o que fazer no Catar além da Copa do Mundo

Pela primeira vez na história, o maior evento de futebol vai ser disputado no Oriente Médio. A Copa do Mundo do Catar vai ocorrer entre os dias 21 de novembro e 18 de dezembro, e o turista que for a Doha vai poder curtir bastante a principal cidade do país nas diversas atrações que o local proporciona. A seguir, vamos conferir os principais pontos turísticos e o que fazer em Doha, além de acompanhar os jogos da Copa do Mundo do Catar.
 
 

 

Temperaturas mais amenas na Copa do Mundo do Catar

Ao contrário do que sempre acontece, a Copa do Mundo do Catar teve o calendário alterado. A competição, que costuma ocorrer no meio do ano, será disputada em 2022 entre os meses de novembro e dezembro, quando as temperaturas no Oriente Médio estão mais amenas.

Se os jogos fossem marcados para junho ou julho, por exemplo, os jogadores poderiam entrar em campo sob um forte calor de mais de 40°. Com a nova data, a temperatura deve ficar em torno dos 25°. Sabendo disso, o turista pode aproveitar melhor as atrações de Doha.

Conhecendo melhor o Catar

O Catar é um país mulçumano, localizado no Golfo Pérsico, com regras bastante rígidas. O consumo de álcool por estrangeiros, por exemplo, só costuma ser permitido em alguns restaurantes e hotéis internacionais. Há também regras de vestimentas, devendo ser evitado que partes do corpo fiquem expostas, principalmente nas mulheres (evite, por exemplo, mini saias e regatas).

Com uma população de quase 3 milhões de pessoas, o Catar é um dos países mais ricos do mundo, conhecido pela exportação de petróleo e gás. Para a Copa do Mundo, são esperados mais de 1,5 milhão de turistas. E, além das partidas do Mundial, eles vão encontrar diversas atrações turísticas.

O que fazer em Doha, no Catar

Entre um jogo e outro, o torcedor que estiver no Catar vai poder se encantar com a arquitetura local e os diferentes passeios que vão nos levar para uma mistura entre história e modernidade. Vamos lá?

The Pearl

A extração de pérolas era antigamente uma das principais atividades econômicas de Doha. E não à toa essa foi a inspiração para a construção de uma ilha artificial de 4 milhões de m², onde fica uma mini cidade planejada, moradia dos ricos e milionários.

O espaço é mesmo uma atração. Quem chega a Doha de avião já avista a ilha em formato de colar de pérolas do alto. E o espaço foi todo planejado por temas. Um dos distritos (são 10 bairros no total), por exemplo, lembra Veneza, com direito a passeios de gôndola e tudo.

Além dos condomínios residenciais, o The Pearl conta também com centro empresarial, restaurantes, marina e praias públicas.

Compras no Souq Waqif

Se falamos de modernidade no tópico anterior, aqui a dica é de pura história. O Souq Waqif é um antigo mercado, o mais tradicional centro comercial de Doha.

Mas diferentemente de outros mercados mundo afora, aqui dificilmente o turista é importunado pelos vendedores. O local é bastante limpo e moderno, apesar de ter mantido sua arquitetura original. Para quem gosta de conhecer a cultura e produtos locais, esse é um passeio imperdível. Uma dica (que vale para quase todo passeio no Catar): se possível, visite o local logo pela manhã ou no final da tarde, quando o forte calor costuma dar uma trégua.

Museu de Arte Islâmica e Mia Park

O turista que tem dúvidas do que fazer em Doha não pode deixar de conhecer o Museu de Arte Islâmica, desenhado pelo arquiteto Ieoh Ming Pei, que também tem no currículo o Museu do Louvre, em Paris.

O prédio por si só já vale a visitação, com suas belas formas geométricas, mas as suas salas guardam verdadeiros tesouros: joias, tapeçarias, porcelanas, pinturas e muito mais.

O Museu está pertinho de Souq Waqif, o que permite a visita no mesmo dia. Próximo também está o Mia Park, que fornece uma linda vista de Doha. O caminho entre o museu e o parque é fácil de percorrer, mas quem quiser pode usar gratuitamente carrinhos de golfe para fazer o trajeto, fugindo assim um pouco do calor.

Katara Cultural Village

Teatros, mesquitas, cafés, restaurantes, galerias de arte, shopping e praia. O Katara Cultura Village é um grande complexo em Doha inaugurado em 2010 para todos os gostos.

A Mesquita Katara e o Katara Plaza, um shopping a céu aberto com ar-condicionado e enormes esculturas feitas com cristal de Murano, da Itália, são algumas das atrações que chamam a atenção.

Museu Nacional do Catar

Mais um museu para colocar no roteiro do que visitar em Doha. A arquitetura do local foi inspirada na rosa do deserto, e nele é contada a história do Catar.

A fauna, a flora, o clima, o petróleo, a exploração da pérola, o estilo dos povos nômades, tudo faz parte do roteiro do museu.

Corniche

O grande calçadão à beira mar de Doha é conhecido como Corniche. Ele liga o Museu Nacional do Catar, que acabamos de falar, até West Bay, área mais moderna conhecida pelos grandes prédios e que também deve fazer parte do roteiro dos turistas.

Nos 6 km de Corniche, além de caminhar pela orla, é possível parar para fazer um passeio de barco nas águas do Golfo Pérsico e aproveitar um dos vários restaurantes que vai encontrar no caminho.

Passeio no deserto

Essa é uma das atrações mais procuradas pelos turistas. E com certeza durante a Copa do Mundo vamos ver muita foto de torcedores passeando pelo deserto do Catar.

É possível fazer passeios rápidos pelo deserto, andando de camelo ou veículos 4×4, mas a experiência mais desejada é passar uma noite acampado nas tendas, um passeio oferecido por diferentes empresas locais.

Sítio arqueológico Al Zubarah

Que tal darmos agora uma escapada de Doha? A cerca de 100 km está o sítio arqueológico Al Zubarah. Quem gosta de história vai se encantar com forte construído em 1938 – a cidade costeira de Al Shamal é um “pouco” mais antiga, de 1760. O local é bastante importante pela antiga comercialização de pérolas e é considerado Patrimônio Mundial da Unesco.

Outros passeios

Quem for assistir à Copa do Mundo do Catar no final do ano tem opções de sobra para passear entre os jogos. Além da lista acima, o turista pode também aproveitar as praias e os luxuosos shoppings em Doha, como o Villagio Mall, um shopping de estilo veneziano com canais de água e passeio de gôndula no meio dele. Como podemos ver, há muito o que fazer no Catar.

Qual moeda levar para o Catar?

A moeda oficial do Catar e a única aceita no país é o Qatar Rial. Cada QR 1 equivale, na cotação atual, a R$ 1,45. Pode ser difícil encontrar a moeda em casas de câmbio no Brasil, então o jeito é levar dólares ou euros que possam ser trocados ao chegar lá.

Tem também a opção de utilizar o cartão de crédito, que é muito útil no caso de emergências, mas é a opção mais cara devido ao spred/ágio cobrado pelos bancos e o IOF (Imposto sobre Operação Financeira) de 6,38%. Dependendo do banco, o custo final da transação pode ficar até 12% mais caro.

A nossa dica é abrir uma conta digital internacional na Nomad que é aceita no país. A conta é gratuita, sem taxa de manutenção e oferece cotação bem mais vantajosa que casas de câmbio e cartões de crédito, além do IOF de 1,1%. Ao fazer compras utilizando o cartão de débito da Nomad no Catar, o valor das compras será convertido automaticamente para o dólar americano utilizando a cotação da Mastercard sem taxas extras.

Outras opções de contas digital internacionais são a Wise e o C6 que oferecem também saldo em euros.


Qual desses passeios você mais gostou? Deixa seu comentário abaixo!

 

 

Por Daniel Akstein Batista 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog