BlogDestinosDicasInternacionais

Novo trem rápido fará viagem entre Miami e Orlando em apenas 3 horas a partir do ano que vem

A partir de 2023 ficará mais fácil ir de Orlando para Miami, nos Estados Unidos, ou vice-versa. O trem de alta velocidade entre as duas cidades da Flórida deve começar a transportar passageiros no começo do ano que vem.
 
 
 

Para os brasileiros que costumam passar férias nos Estados Unidos, essa é uma ótima notícia. Afinal, será mais uma opção para quem coloca os dois destinos no mesmo roteiro de viagem: curtir os parques da Disney em Orlando e aproveitar as praias e fazer compras em Miami.

Os trens entre Orlando e Miami vão atingir uma velocidade máxima de 200 km/h (quase um trem-bala)  e farão o trajeto entre as duas cidade em cerca de 3 horas. Hoje em dia, a melhor opção para viajar de um local para outro é de carro, por 4 horas, ou de avião, com uma duração de 40 minutos, mas muito mais caro.

Miami, ótimo lugar para curtir praias e fazer compras

As paradas do trem entre Miami e Orlando

A empresa ferroviária Brightiline é a responsável pelo projeto e, de acordo com a companhia, a construção do trecho de 274 km entre West Palm Beach e Orlando já está mais de 70% completa, devendo ser concluída até o final deste ano.

E olha que boa notícia: o trajeto vai ligar o centro de Miami, na estação da Brightline, até o novo Terminal do Aeroporto Internacional de Orlando, onde as companhias Azul e Gol vão operar. Ou seja: o brasileiro que desembarcar em Orlando (vindo dos voos dessas companhias), já vai poder pegar um trem no próprio terminal direto para Miami, caso esteja nos seus planos.

Inicialmente, o projeto do trem entre Miami e Orlando previa uma parada dentro do complexo do Walt Disney World Resort, mas o projeto acabou sendo cancelado.

Os valores das passagens ainda não foram divulgados, mas estima-se que o preço mais barato será em torno de US$ 100.

Com informações da CNN Brasil


Quem colocaria esse passeio de trem no seu roteiro de viagem? Conta pra gente nos comentários!

 

 

Por Daniel Akstein Batista 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog