BlogDestinosDicasInternacionais

Itália reabriu para vacinados; confira as regras

Um dos últimos destinos favoritos dos brasileiros na Europa a reabrir, a Itália finalmente retirou as restrições de entrada aos viajantes vacinados do Brasil. A partir do dia (1º), o país passou a não exigir mais quarentena de pessoas imunizadas ou com teste negativo que venham de países fora da União Europeia.

Itália reabre hoje (1º) para vacinados

De acordo com o Escritório de Turismo da Itália (Enit), o governo italiano segue as diretrizes da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) em relação às vacinas aceitas em suas fronteiras. Diante disso, os fármacos aplicados no Brasil aprovados pelo governo italiano são:

  • AstraZeneca
  • Janssen
  • Pfizer

No entanto, brasileiros completamente vacinados com Coronavac que têm dose de reforço de Pfizer também serão aceitos. Compreende-se ainda que aqueles que tomaram o reforço da Janssen também serão aceitos, visto que o ciclo completo de imunização desta vacina é de uma só dose e ela é aprovada pela EMA.

Vale ressaltar que os turistas vacinados com um imunizante não autorizado pela agência europeia podem receber uma dose de reforço com a vacina m-RNA (Pfizer ou Moderna) a partir de 28 dias e até um máximo de seis meses (180 dias) da conclusão do ciclo primário. A conclusão deste ciclo integrado de vacinação é reconhecida como equivalente.

“O fim do regime de quarentena para chegadas do exterior é mais um passo fundamental no plano do governo, para uma nova fase de convivência com o vírus: o executivo já havia retirado a obrigatoriedade do teste PCR para quem chegar de países da União Europeia. A medida acompanha a melhoria da situação epidemiológica após a recente reabertura das discotecas e o fim da obrigatoriedade do uso de máscara ao ar livre. Um passo que antecipa em um mês o fim do estado de emergência, que deverá terminar em 31 de março de 2022”, diz a Enit em um comunicado.

As informações completas sobre a entrada na Itália e a liberação de Turismo de visitantes internacionais podem ser encontradas neste link

Por Beatrice Teizen

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog