BlogDestinosDicasNacionais

Brasil tem 7 lugares incríveis como candidatos a Patrimônio da Humanidade da Unesco

Sete lugares naturais incríveis do Brasil entraram para uma lista como candidatos a se tornar Patrimônios da Humanidade da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).
 

 

A relação que vamos te apresentar foi elaborada pela ONG WHW (World Heritage Watch). Ela ajuda entidades governamentais do mundo a submeter seus patrimônios à seleção mundial. Depois, a agência da ONU (Organização das Nações Unidas) escolhe e qualifica os locais que vão receber o importante título.

Cachoeira Piraposa na Serra do Divisor - Foto: Diego Gurgel

Cachoeira Piraposa na Serra do Divisor – Foto: Diego Gurgel

Para a seleção, o que mais importa é que o lugar indicado como candidato seja realmente diferente e único. Ele precisa se destacar mundialmente em relação à paisagem, geologia e biodiversidade que oferece – quesitos que não faltam nos destinos brasileiros a seguir!

7 lugares brasileiros candidatos a Patrimônio Natural da Humanidade

1. Lençóis Maranhenses

A areia branca e fina marca o paradisíaco caminho percorrido pelos viajantes em meio ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – forte candidato a Patrimônio Natural da Humanidade no Brasil.

As lagoas de água doce entre as dunas formam um cenário único em todo o mundo e é impossível não se emocionar ao chegar no topo da paisagem e ver a imensidão dos Lençóis Maranhenses. Localizados no noroeste do Maranhão e distantes 250 km da capital São Luís, os Lençóis Maranhenses atraem turistas em busca do fenômeno único das lagoas interdunares à beira-mar.

2. Parque Nacional do Itatiaia

Criado em junho de 1937, o Parque Itatiaia foi o primeiro Parque Nacional do Brasil. Localizado na Serra da Mantiqueira, ele abrange os municípios de Itatiaia e Resende, no Rio de Janeiero, e Bocaina de Minas e Itamonte, em Minas Gerais. A Unidade de Conservação está localizada entre as cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, próximo à Rodovia Presidente Dutra – onde tem fácil acesso.

O parque conta com relevo caracterizado por montanhas e elevações rochosas. Também tem campos de altitude e vales suspensos onde nascem vários rios. A parte baixa caracteriza-se principalmente por vegetação exuberante e cursos d’água, com diversas áreas apropriadas para banho.

Parque Nacional Itatiaia

3. Raso da Catarina

A reserva ecológica do Raso da Catarina, no sertão da Bahia, é dividida entre reserva biológica e indígena nos seus 6.400 quilômetros quadrados. O interessante do lugar é que ela é recoberta de vegetação do tipo caatinga e clima típico de área desértica. Por isso, durante o dia a temperatura por lá chega a 40°C enquanto à noite é de até 10°C.

Famílias dos índios pankararés habitam na entrada do cânion seco na chamada Baixa do Chico, que apresenta belíssimas formações rochosas esculpidas pelo vento. A flora e a fauna são ricas em variedade. O lugar é refúgio, por exemplo, de algumas espécies de micos e da ararinha-azul. Os passeios são feitos sempre com a presença de guia local e precisam ser agendados com antecedência para atender a normas do Ibama e da Funai.

4. Cavernas do Peruaçu

Cavernas do Peruaçu - Foto: Júnia Cândido

Foto: Júnia Cândido

Lugar perfeito para ter contato com a natureza, o Parque Nacional Cavernas do Peruaçu conta com mais de 180 cavernas e grutas reconhecidas, sendo um dos patrimônios de cavernas mais importantes do Brasil.

O parque fica na região norte de Minas Gerais, em um ponto de encontro entre a Caatinga, a Mata Atlântica e o Cerrado. São várias as cavernas que rodeiam o vale do Rio Peruaçu.

5. Banhados do Taim

Banhados do Taim

Foto: Franco Bras

A estação ecológica Banhados do Taim fica nos municípios de Santa Vitória do Palmar e de Rio Grande, no Rio Grande do Sul. Ela abrange uma área de 32 mil hectares perto da fronteira com o Uruguai.

Taim é uma propriedade pública, em região pantanosa, declarada como área de interesse ecológico. Com cerca de dez quilômetros de praias oceânicas, dunas móveis e áreas com vegetação rasteira, a área é um representativo ecossistema brasileiro.

6. Serra do Divisor

Cachoeira Formosa

Cachoeira Formosa – Foto: Marcos Vicentti

Localizado no Acre, o Parque Nacional da Serra do Divisor é considerado o local de maior biodiversidade da Amazônia. O lugar encanta pela beleza natural, cercado de cachoeiras, trilhas e mirante.

Criado em 1989, ele é o quarto maior parque nacional brasileiro. O acesso à área é realizado pelo município de Mâncio Lima, mas, para entrar na unidade, o turista precisa solicitar uma liberação ao ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade) de Cruzeiro do Sul.

7. Serra da Capivara

Serra da Capivara - Foto: Joaquim Neto/Iphan

Serra da Capivara – Foto: Joaquim Neto/Iphan

Criado em 1979, o objetivo do Parque Nacional Serra da Capivara é preservar vestígios arqueológicos da mais remota presença do homem na América do Sul.  Localizado em uma área de aproximadamente 130 mil hectares no Piauí, o lugar passou a constar do Livro de Tombo Arqueológico, Etnográfico e Paisagístico, do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), em 1993.

Na área tombada foram localizados cerca de 400 sítios arqueológicos. A maioria deles conta com painéis de pinturas e gravuras rupestres de grande valor estético e arqueológico. A área está entre as dez do Brasil que protege a caatinga.

Indicações

pontos turístico do Brasil

Parque Nacional do Iguaçu tem o título de Patrimônio da Humanidade

O objetivo da ONG WHW é ajudar entidades governamentais a submeter seus patrimônios, para que a agência da ONU (Organização das Nações Unidas) qualifique os locais como Patrimônio da Humanidade.

Embora a lista divulgada não seja oficial, as escolhas da organização independente têm grande influência sobre a seleção da Unesco.

A instituição alemã, criada há 10 anos, trabalha avaliando as condições de conservação dos locais já intitulados como Patrimônio da Humanidade, além de avaliar e indicar novos candidatos.


Fiquei encantada com a beleza dos lugares indicados! O que você achou? Qual escolheria para receber o título? Me conta nos comentários!

 

Por Mari Kateivas 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog