BlogDestinosDicasInternacionaisTripaholics

San Andrés: o caribe colombiano do mar de sete cores

A Colômbia tem virado um destino muito procurado pelos brasileiros, principalmente depois da fusão entre as empresas LAN e TAM, trazendo vôos diretos e diários para Bogotá, capital colombiana. O que precisa ser ainda mais difundido aqui no Brasil, é que a Colômbia reserva águas cristalinas numa região conhecida como “caribe colombiano” e abriga várias ilhas paradisíacas – dentre elas, a famosa San Andrés!

Quando ir a San Andrés

A melhor época é entre Janeiro e Maio, por haver menor incidência de chuva. Evite viajar de Agosto a Novembro, pois você pode pegar dias nublados e algumas tempestades. Como muitos passeios são de barco, as tempestades podem afetar na sua experiência de viagem.

Fomos uma vez em Abril e uma em Maio de 2018. Em ambas as oportunidades, o clima estava ótimo! Céu aberto o dia inteiro e pôr do sol lindo no fim do dia. Algumas chuvas passageiras durante o dia, mas nada que atrapalhasse.

Praias em San Andrés

El Acuario

Águas cristalinas (quase branca!) e mar rasinho. Um verdadeiro paraíso!

A ilha é bem pequena e geralmente fica muito cheia de turistas. Mas, temos algumas dicas para você conseguir curtir com mais tranqüilidade!

Para pegar o Acuario mais vazio, dê preferência para ir antes das 10h, ou no horário de almoço (que normalmente os barcos vão pra JhonnyCay – 12h às 13h), ou mais tarde, quando os barcos começam a voltar, por volta das 15h.

Caso você não consiga esses horários, a dica é: chegou e está muito lotado? Logo ao lado do Acuario tem uma ilhazinha, que dá pra ir andando (água no joelho), e lá também tem um mar cristalino e calminho! Relaxe um pouco lá e depois venha pro Acuario.

Como passaríamos 3 dias na cidade, optamos por fazer os passeios para Ilha JhonyCay e El Acuario no mesmo dia. Porém, gostamos tanto do Acuario, que ficaríamos o dia inteiro lá sem problemas!

Há uma barraca vendendo comida e bebida. Ceveja COP 6 mil. Piña Colada COP 12 mil.

JhonnyCay

Um azulzão de doer os olhos! Uma cor tão maravilhosa e totalmente diferente da ilha Acuario. Aqui há muito mais estrutura que no Acuario, devido a isso muitas agências programam o almoço nesta ilha.

A ilha também lota de turistas, e ela é maior, então recomendamos a dar um giro completo nela. Os turistas costumam se aglomerar “na frente” da ilha, sendo que o fundo da ilha fica totalmente deserto e a paisagem é lindíssima também, com a água em tons mais claros.

Paga-se uma taxa de COP 5 mil para entrar em JhonnyCay. Almoço COP 30 mil. Pagamos COP 30 mil pelo passeio que incluía JhonnyCay + El Acuario.

Playa San Luis

Uma das nossas preferidas. Fica bem ao sul da ilha. Aqui, a água do mar varia de tons verdes ao azul. Pra chegar lá, dá pra ir de carro, alugar carrinho de golfe, moto taxi ou ônibus. Por ficar longe do centro, a praia é bem mais calma, um refúgio pra quem quer algo mais tranquilo (já que as praias centrais estão sempre cheias).

Perto da praia fica a RockyCay, uma pequena ilha que dá pra ir andando. Se a maré tiver mais cheia, há também uma corda pra auxiliar chegar à ilha. Há uma embarcação naufragada que é famosa pra quem curte snorkel.

A dica é ficar no clube Acqua Beach Club. Não paga nada pra entrar desde que você consuma. É de frente pro mar e tem toda estrutura com barracas (todas com tomadas), espreguiçadeiras, garçons, cardápio completo e muita sombra!

Westview

É um ponto turístico bem famoso lá, onde tem um trampolim com mais de metros de altura, água azulzinha e bastante peixes. Quando fomos, o tobogã do local estava quebrado, mas também era super famoso.

Precisa pagar para pular no trampolim e a fila estava enorme (sem exagero). Uma dica é que fomos num quiosque logo ao lado, com sombrinhas e espreguiçadeiras, onde também tem um trampolim e, se você consumir qualquer coisa lá, poderá pular quantas vezes quiser. E o melhor: não costuma ter fila nenhuma! Pulamos várias vezes sem problema algum. O local também é propício para snorkel.

Spratt Bright (Peatonal)

É a praia mais central de San Andrés, também conhecida como Main Beach. Quando fomos, a praia estava super cheia, galera bebendo, ouvindo música, interagindo. Apesar da cor do mar ser bonita, não é a parte mais linda de lá, pois existem praias com o visual muito mais bonito e a cor do mar deslumbrante. Mas vale a pena conhecer e curtir a agitação da ilha, para quem gosta.

O que fazer em San Andrés

Vá para San Andrés sabendo que você vai encontrar uma cidade simples, não sendo a mais limpa e nem tendo a melhor estrutura para hotéis – apesar de haver sim boas opções. Vá de coração aberto a curtir as belezas naturais do local e a agregar a cultura desse povo que nos recebeu tão bem!

Abaixo mostraremos mais algumas dicas do que fazer no paraíso:

Baladinha

Coco Loco é a boate mais bombada de San Andrés, nós adoramos!

Os ritmos mais tocados são reggaeton, salsa, pop internacional e, quando fomos, teve muita música brasileira, incluindo funk e sertanejo. Se você quer diversão garantida, é o local perfeito para aproveitar sua noite!

Barzinho

Lá tem uns barzinhos bem legais para curtir a noite, entre eles, Banzai Cocktail Bar e Lighthouse Lounge Bar, ideais para curtir uma música e aproveitar com os amigos.

Centrinho da Ilha

O centro da ilha é movimentado e, consequentemente, uma grande aglomeração de turistas e de locais, principalmente em horário comercial.

Lá também possui várias lojinhas de souvenir, roupas de banho, artigos de mergulho, mercadinhos, barzinhos e restaurantes. Pros que gostam de bater perna e visitar lojinhas, sem dúvidas será uma boa opção.

Restaurante La Regatta

Maravilhoso! Assim que começamos a falar do La Regatta.

Considerado o melhor restaurante da ilha, e com motivo: comida muito boa, atendimento cordial e sem contar que é um charme.

Ele foi construído em cima do mar, é todo de madeira, decoração com o tema “mar” e a vista de dia é incrível. Jantar a noite lá é super romântico e, no dia que fomos, rolou até pedido de casamento na mesa ao lado.

Calçadão da Orla

É algo super legal para fazer pra você que quer ver o movimento da ilha e curtir o clima do local, tanto de dia quanto à noite. É interessante para caminhar, tirar foto no famoso letreiro de San Andrés e provar comida local das barraquinhas.

TRIPdicas especiais do Tripaholics:

  1. Compre ou leva sapatilhas aquáticas, é extremamente necessário usar nas ilhas, pois há muita pedra, ouriços e outras coisas que podem te machucar. Compramos lá e pagamos USD 6,00.
  2. Alugue um carrinho de golfe para dar uma volta completa na ilha. Foi nosso passeio preferido! Do centro a Playa San Luis, tem muitos pontos turísticos, incluindo Westview. Cada lugar lindo para apreciar e fazer fotos, então com o carrinho você fica mais livre de parar onde quiser. Sem contar que queríamos parar a cada curva com aquele mar perfeito, paredões de coqueiros, etc.
  3. Andar no ônibus que é uma aventura e vale a experiência, nem que seja um pouquinho. Os ônibus são menores, a maioria são bem coloridos, não tem porta, os motoristas são super divertidos, colocam música alta (normalmente reggaeton) e ficam cantando junto.  Ah, e em vários locais da ilha não possui ponto de ônibus, dê sinal para subir e avise ao motorista onde quer descer, eles param em qualquer lugar – afinal não tem cordinha nem botão para dar sinal.
  4. Aprender algumas palavrinhas do Crioulo Sanandresano, que é a língua falada pela população raizal de lá. Conhecemos um moto taxi que nos levou até a casa de uma família. O filho falava inglês, espanhol e crioulo, já os pais só o crioulo. Toda viagem que fazemos, sempre tentamos agregar um pouquinho da cultura local.
  5. Fechamos todos os nossos passeios na Marina Tonino. Como falado, o caribe colombiano agrega algumas outras ilhas, mas que não visitamos nesta oportunidade. Entretanto, ainda queremos voltar numa próxima oportunidade para explorar mais!

Se vocês gostaram de San Andrés e quiserem ver ainda mais detalhes de lá, em nosso instagram (@tripaholics) nós criamos um destaque “San Andrés” com muitas fotos e vídeos, além de várias postagens no feed.

You may also like

More in Blog