BlogDestinosDicasInternacionais

Conheça o WOW, o megacomplexo de museus dedicado ao vinho em Portugal

Conhecer as caves e provar o vinho que leva o nome da cidade é uma das principais atrações de quem visita a cidade do Porto, no norte de Portugal. E esta experiência agora está ainda mais completa, com a abertura de um complexo de museus dedicados ao mundo do vinho — uma taça cheia aos amantes e curiosos da bebida!
 

 

World of Wine (WOW) foi inaugurado em meio à pandemia em Vila Nova de Gaia, bem próximo à margem do Rio Douro, e se define como um quarteirão cultural e turístico. São sete museus, uma escola de vinho e mais 12 bares e restaurantes. Vários com uma belíssima vista para o Porto.

Um espaço de 35 mil metros quadrados, projetado no interior de antigas caves do vinho — que, apesar de toda a expografia moderna e a tecnologia presentes nos museus, ainda preservam parte de suas estruturas originais. O investimento, de mais de R$ 500 milhões, é do grupo Fladgate, dono de marcas de vinho do Porto como Taylor’s, Croft, Fonseca e Krohn, além de hotéis como o The Yeatman e Infante Sagres.

Todas as noites as paredes do terraço do WOW recebem projeções com música

Fui conhecer o complexo de museus em setembro deste ano e fiquei bastante surpresa com o que encontrei. Um assunto aparentemente tão restrito como a cortiça, por exemplo, ganhou salas e mais salas, com muitas interatividades e curiosidades. Tem ainda o lúdico museu do chocolate, o divertido e ótimo para fotos museu do vinho rosé e, o meu preferido, o completíssimo e super imersivo museu do vinho.

Museus do WOW

A seguir conto um pouquinho da experiência em cada um dos museus do WOW, além dos restaurantes e bares. A ideia é poder te ajudar a decidir quais visitar quando estiver em uma viagem à região do Porto. Até porque vai ser preciso escolher… a não ser que você tenha pelo menos três dias inteiros para dedicar a este imenso complexo (o que também não seria uma má ideia).

1. The Wine Experience

O maior e mais completo museu do WOW tem (e não poderia ser diferente) o vinho como temática. E você certamente sairá de lá conhecendo os interessantes pormenores do processo de produção, desde as influências do solo e do clima nas características da uva, até as diferentes personalidades das castas – qual será a que mais combina com você? Lá dá para fazer o teste!

No fim do imersivo passeio você poderá viajar para diferentes regiões vinícolas de Portugal, com suas paisagens e características arquitetônicas – cada uma delas representada por uma simpática casa, onde se pode entrar e obter mais informações em texto, imagens e vídeos. Também é possível testar o olfato e, claro, degustar vinhos portugueses.

2. Planet Cork

Quando soube que iria visitar um museu dedicado à cortiça imaginei que até poderia ser interessante, mas um tanto limitado — o que tanto haveria a ser dito sobre o material proveniente da casca do sobreiro? A resposta, soube logo que entrei no museu, é: muito! No Planeta Cortiça é possível conhecer todo o processo de extração da cortiça da árvore (aliás, 50% da cortiça de todo o mundo vem de Portugal) e a maneira como ela é trabalhada até virar as rolhas dos vinhos e espumantes. Afinal, a cortiça e o vinho são grandes companheiros: é ela quem permite a oxigenação da bebida após o engarrafamento, contribuindo na evolução do vinho e na expressão de suas propriedades organolépticas.

Mas não é somente para o vinho que a cortiça é importante. Suas características como leveza, flexibilidade e impermeabilidade a tornam matéria-prima para várias indústrias, que vão desde a espacial, do cinema, do design e da moda. E você vai descobrir isso de maneiras interativas e divertidas quando circular pelo museu!

3. The Chocolate Story

Você sabe de onde vem o chocolate? Quais são as maiores regiões produtoras de cacau? Sabia que por muitos séculos, até o surgimento da prensa hidráulica, o chocolate foi consumido somente na sua forma líquida? Que era e ainda é utilizado em rituais e na medicina? E que era usado como suplemento alimentar por soldados durante a Segunda Guerra Mundial, tendo seu consumo popularizado somente após o primeiro anúncio televisivo na década de 50?

Atividade imperdível para os fãs do chocolate, o museu The Chocolate Story (que também é uma fábrica de verdade) traz todo o processo de fabricação do produto desde o cacau e sua origem na América Central. É possível caminhar por uma plantação do fruta e por uma linha do tempo que conecta o chocolate à história.

Para quem quiser uma experiência ainda mais marcante, ao final é possível fazer uma degustação guiada de diferentes chocolates produzidos ali mesmo – super interessante para entender as características do cacau proveniente das mais diversas regiões.

4. Pink Palace

Não há dúvidas de que este é o museu mais instagramável de todo o complexo do WOW. O espaço dedicado ao vinho rosé é cheio de salas em diferentes tonalidades de cor de rosa, em que os visitantes são convidados a usar a criatividade. O resultado são divertidas fotos em cenários como uma piscina de bolinha toda rosa pink, uma garrafa de espumante em que a rolha ainda está voando, uma sala de ponta cabeça, uma banheira com vista para o Porto e até uma gangorra na forma da ponte D. Luís I. Tudo isso com boas pausas para provar cinco diferentes vinhos rosé – e se inspirar ainda mais! 🤪

5. The Bridge Collection

O museu apresenta uma parte da coleção pessoal de Adrian Bridge, diretor-geral do WOW. Em um espaço bastante amplo estão expostos mais de dois mil copos, taças e recipientes de diferentes épocas – sendo os exemplares mais antigos do ano 7000 a.C. Por lá é possível ver copinhos em miniatura, a evolução dos materiais utilizados para a produção dos recipientes ao longo da história e também conhecer curiosidades sobre todo o ritual que envolve as bebidas há tantos milhares de ano.

Especialmente nesta atração do WOW, acredito que a visita ganha uma perspectiva muuuuito mais interessante quando guiada. Infelizmente não há a possibilidade de agendar estes passeios acompanhados por funcionários do Bridge Collection, mas fica a dica: antes de comprar o ingresso, passe no museu e verifique com algum funcionário a possibilidade de uma visita guiada.

6. Porto Region Across The Ages

Nem todo mundo sabe, mas a cidade do Porto também é chamada de a Invicta, por sua resistência em diferentes momentos da história, fazendo frente a invasões e cercos que se montaram ao redor de seu território. No museu Porto Region Across The Ages é justamente a história do Porto que está em foco, com sua importância no período das navegações, na Revolução Industrial e também nos dias atuais, em que é considerada a segunda capital do norte de Portugal. O museu ainda fala do rio Douro, que tem ouro no nome, mas sua riqueza está na vida que gera, tanto nas suas margens quanto no mar para onde flui.

7. Porto Fashion & Fabric Museum

As diferentes rendas portuguesas e a tradicional filigrana, técnica em que são manualmente trançados finíssimo fios de prata ou ouro formando jóias super detalhadas, já seriam motivos suficientes para se criar um museu dedicado à moda e os têxteis portugueses. Mas o Porto Fashion & Fabric Museum traz ainda o histórico da moda em Portugal do anos 1980 até hoje, evidenciando novos estilistas do país e a ênfase que a indústria segue cada vez mais dando à qualidade a sustentabilidade.

Escola do Vinho

E para ter uma experiência ainda mais completa no mundo do vinhos, que tal fazer uma aula na Escola do Vinho? São quatro cursos diferentes: Introdução ao vinho e à prova, Vinho & Chocolate, Regiões Portuguesas e Castas Internacionais. Eles acontecem em um moderno e aconchegante espaço, têm duração de uma a duas horas e custam entre 30 e 45 euros.

Também existe a possibilidade de participar de provas comentadas de vinhos, boa pedida para quem pretende ampliar a capacidade de degustar a bebida mais clássica do Porto. Para conhecer todos os cursos e agendar as atividades, basta acessar o site da Escola do Vinho do WOW.

Bares e Restaurantes do WOW

Entre um museu e outro, é claro que a fome vai bater – ou ao menos a necessidade de equilibrar o álcool possivelmente ingerido nos museus dedicados ao vinho. Opções de restaurantes e bares no WOW não faltam. Conheci quase todos eles e gostei muito do Golden Catch, especializado em frutos do mar. Excelente opção para os dias mais quentes, quando se pode provar iguarias mais frescas como ostras, ceviches e tartar de atum, por exemplo.

PIP talvez seja um dos restaurantes mais descomplicados do WOW, com opções para a toda família, como ótimos hambúrgueres, saladas e pizzas. Eu fui de hambúrguer e me derreti em elogios. Para acompanhar, uma sangria de vinho tinto e a bela vista para o Rio Douro.

No T&C  dá para provar clássicos da gastronomia portuguesa, entre eles a francesinha, prato típico do Porto. O 1828 tem cardápio repleto de carnes de excelente qualidade e com uma bela vista para o Porto. Lá, provei o menu harmonizado com vinho do Porto – excelente experiência!

No Barão de Fladgate, os pratos misturam o tradicional com técnicas contemporâneas, ingredientes locais e também sofisticados, como caviar, ovas de peixe, espumas e muito mais. Tudo muito delicioso. Tem ainda o Root & Vine, restaurante vegetariano, e, para aquele drink no fim de tarde com uma paisagem incrível à frente, o bar Angel’s Share. Veja aqui todos os restaurantes do complexo da WOW.

Vista do bar Angel’s Share, com o Mosteiro da Serra do Pilar e a Ponte D. Luís I ao fundo

Ingressos para o WOW

Não há custo algum para ingressar no WOW e frequentar seus restaurantes e espaços públicos. Já para visitar os museus é necessário adquirir ingressos, que podem ser comprados individualmente, em combo ou até mesmo para toda a família, com descontos nestas duas últimas opções. Confira os valores:

INGRESSOS

The Wine Experience: 20€ adulto / 9€ criança* e 45€ família**
The Bridge Collection: 20€ adulto / 9€ criança e 45€ família
Planet Cork: 20€ adulto / 9€ criança e 45€ família
The Chocolate Story: 20€ adulto / 9€ criança e 45€ família
Porto Region Across The Ages: 20€ adulto / 9€ criança e 45€ família
Porto Fashion & Fabric Museum: 20€ adulto / 9€ criança e 45€ família
Pink Palace: 25€ adulto / 9€ criança e 55€ família

COMBOS (bilhetes válidos por seis meses)

2 museus: 34€ adulto, 15€ criança e 72€ família
3 museus: 45€ adulto, 18€ criança e 95€ família
5 museus: 65€ adulto, 27€ criança e 135€ família

* crianças menores de 13 anos (até 4 anos não paga)
** dois adultos e duas crianças de até 13 anos

Clique aqui para comprar os ingressos do WOW


Já esteve no World of Wine (WOW)? O que achou da experiência? Conta pra gente nos comentários!

 

Por Bruna Scirea 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog