BlogDestinosDicasInternacionais

Bacalhau em Portugal – 7 pratos famosos que você precisa provar em Lisboa e no Porto

O bacalhau é a estrela em diversos pratos portugueses, carro-chefe em inúmeros restaurantes em Lisboa e no Porto. Os preparos com o peixe na gastronomia de Portugal são variados – um mais delicioso do que o outro. E, não sendo o viajante vegetariano, uma viagem às terras lusas não estará completa sem ao menos uma refeição com o famoso peixe.
 

 

Neste post, nós trazemos tudo o que você precisa saber sobre o bacalhau. Quais são as melhores receitas com bacalhau? Onde comer bacalhau em Lisboa? Os melhores restaurantes para comer bacalhau no Porto? Por que portugueses comem tanto bacalhau (são 70 mil toneladas todos os anos 😱)? Bacalhau é um único peixe? As respostas para todas estas questões estão a seguir.

Bacalhau em Portugal: os 7 pratos mais famosos

É uma missão difícil listar todas as diferentes receitas com bacalhau na cozinha portuguesa. Mas citamos aqui alguns dos preparos de que mais gostamos – e, claro, que também estão entre os mais facilmente encontrados nos restaurantes e tascas de Lisboa e do Porto.

1. Bacalhau à Brás

Este é sem dúvida um dos mais clássicos preparos com bacalhau em Portugal. O Bacalhau à Brás é um refogado do peixe desfiado com cebola, batata palha e ovos mexidos. São ainda adicionadas ao prato azeitonas pretas e salsinha. Nham!

2. Bacalhau com Natas

Para quem gosta de uma comidinha mais cheia de sustância – ou só é louco por uma cremosidade mesmo – a boa pedida é o Bacalhau com Natas. O nome entrega: o bacalhau em lascas é gratinado com uma grande camada de molho bechamel e natas, além de um refogado de cebolas e batatas. Sai do forno com uma crostinha tostada!

3. Bacalhau à Lagareiro

Este é para quem não deixa escapar uma oportunidade de untar o estômago com um saborosíssimo azeite de oliva. O Bacalhau à Lagareiro é feito com postas do peixe praticamente “afogadas” em azeite. Lascas de alho (e às vezes bons punhados de coentro) temperam este delicioso prato, que vem acompanhado de batatas. Outro clássico!

4. Bacalhau à Gomes de Sá

O Bacalhau à Gomes de Sá é um dos mais preparados pelos portugueses em casa. As lascas do peixe são refogadas com alho, cebola e louro. Depois, são adicionadas as batatas cozidas. A finalização se dá com ovos cozidos e temperinho verde.

Estamos falando de um prato simples, mas autoral: foi desenvolvido pelo vendedor de bacalhau José Luís Gomes de Sá Júnior, no Porto, no início do século 19. A popularidade veio mais tarde, quando a receita passou a ser preparada e pedida sem parar em um tradicional restaurante português.

5. Bacalhau à Zé do Pipo

Outro prato com bacalhau que vem da cidade do Porto, o Bacalhau à Zé do Pipo traz o peixe na versão gratinada, agora envolvido em uma suave e saborosa mistura de maionese com purê de batatas. É servido com azeitonas pretas e temperinho verde. Um dos meus preferidos!

Algumas versões mais modernas trazem o purê com maionese ao lado do peixe, como é o caso do Bacalhau à Zé do Pipo do restaurante Taverna D’Avó, no Porto. Dá uma olhada nesta belezura:

6. Pastel de Bacalhau

O pastel de bacalhau é onipresente nos restaurantes portugueses e nada mais é do que nós, aqui no Brasil, conhecemos por bolinho de bacalhau. O pastelzinho é crocante. Dentro, uma macia e saborosa massinha de batata e muito bacalhau. Há versões mais atuais – e até polêmicas entre os portugueses – como o pastel de bacalhau em que é acrescentado queijo da Serra da Estrela no recheio, vendido na Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, que tem lojas nos pontos mais turísticos de Portugal.

7. Pataniscas de Bacalhau

As pataniscas de bacalhau são bolinhos também fáceis de serem encontrados nos restaurantes portugueses. As lascas de bacalhau são mergulhadas em uma mistura de farinha e água e, depois, fritas. As pataniscas costumam vir acompanhadas de arroz de tomate, outro tradicional acompanhamento português para pratos com frutos do mar.

E claro, tem ainda os preparos com bacalhau ainda mais “puritanos”, como o cozido e depois incrementado com azeite de oliva e temperos. Tem também aqueles típicos de um restaurante, que se tornaram verdadeiros carros-chefe da casa, como é o caso do Bacalhau à Tasca (da Tasca da Sé, em Lisboa) e o Folhado de Bacalhau (da Tasca Ti Natércia, em Lisboa), em que o peixe é envolto em uma massa folhada crocantíssima.


Onde comer bacalhau em Lisboa

Os pratos com bacalhau estão presentes em praticamente todos os restaurantes de Lisboa, desde os mais tradicionais até os mais modernos, comandados por renomados chefs. A seguir trazemos alguns dos melhores restaurantes onde comer bacalhau em Lisboa:

  • Zé da Mouraria: o tradicional e farto Bacalhau à Lagareiro da tasca Zé da Mouraria é um dos melhores de Lisboa. O peixe vem banhado de muito azeite de oliva, alhos fritos, coentros e acompanhado de batatas ao murro, grão de bico e repolho refogado. Em setembro de 2022, pagamos 32,50 € no Bacalhau à Zé da Mouraria (como o prato é denominado no cardápio do restaurante) – e não conseguirmos comer tudo em três pessoas!

  • Tasca Ti Natércia: ali é Natércia quem faz tudo: prepara a comida, atende nas mesas e cobra no caixa. Para conseguir uma das quatro mesinhas que o restaurante oferece é preciso fazer reserva (ou ter muita sorte, chegando bastante cedo). Uma das exclusividades de lá é o Bacalhau Tinatércia (24 €), em que o peixe é envolto em uma massa folhada, com um molho de tomate no recheio. Delicioso! Quando fomos, também provamos o delicioso Bacalhau com Natas (11 €). Cada prato serve, no mínimo, duas pessoas.

  • A Casa do Bacalhau: neste restaurante o peixe é servido de mais de 20 diferentes maneiras. Uma das mais pedidas é o Bacalhau com Broas, com uma crocante farofinha de pão em cima. Outro prato que é carro-chefe da casa é o bacalhau com purê de cítricos.

  • TimeOut Market: no Mercado da Ribeira, também chamado de TimeOut Market, em Lisboa, há vários restaurantes de renomados chefs que incluem o bacalhau no cardápio. Vale a pena conferir os preparos do Miguel Castro e Silva e da Marlene Vieira.

 

  • Laurentina – O Rei do Bacalhau: no próprio Instagram do restaurante está a seguinte descrição: servimos bacalhau de qualidade desde 1976. Um dos mais pedidos pelos clientes é o Bacalhau à Brás.

  • Faz Frio: o centenário restaurante de Lisboa, aberto em 1872, é famoso pelos pratos com bacalhau, como a releitura do Bacalhau à Zé do Pipo.

 

  • Solar dos Presuntos: uma das mais famosas marisqueiras (restaurante especializado em frutos do mar) de Lisboa também é conhecido pelos excelentes preparos com bacalhau. No cardápio do Solar dos Presuntos se destacam o Bacalhau à Lagareiro e o Bacalhau à Portuguesa, com cebola, tomate, pimentão e ovo.

 

  • D’Bacalhau: são 15 diferentes pratos preparados com o peixe no restaurante D’Bacalhau. Alguns dos mais pedidos por lá são o Bacalhau à Brás, à Chef Júlio (com espinafre, ovos, batata palha e natas) e o Misto de Bacalhau (para provar um pouquinho de cada: À lagareiro, Com natas, À Brás e Com Broa).

Onde comer bacalhau no Porto

  • Adega Escondida: um dos mais tradicionais restaurantes do Porto tem o Bacalhau com Broa como um dos principais pratos. A clientela costuma elogiar o atendimento e os saborosos pratos.

 

  • O Rápido: outra tradicional tasca do Porto, localizada bem pertinho da Estação de São Bento, o Rápido também conta com pratos com bacalhau no cardápio. Segunda-feira é dia de Bacalhau à Espanhola (com tomates e pimentão); quinta é dia de Bacalhau à Gomes de Sá, e, na sexta, são servidos o Bacalhau à João do Grão e Bacalhau à Rápido (antes de ir, confira o cardápio no site do restaurante).

 

  • Adega São Nicolau: localizado junto ao Cais da Ribeira, com vista para o Douro e Vila Nova de Gaia, o restaurante é conhecido pelo seu bolinho de bacalhau e pelo Bacalhau à Lagareiro.

  • O Bacalhoeiro: lugar ideal para encontrar diferentes preparos de bacalhau no Porto. O Bacalhau à Zé do Pipo é um dos mais pedidos deles.

 

  • Taberna D’Avó: quando fomos à Taberna D’Avó, pedimos o Bacalhau à Zé do Pipo e foi simplesmente o melhor bacalhau que provamos em Portugal. Bem servido e extremamente saboroso, com um suave purê de batatas e maionese. É aconselhável fazer reserva, sobretudo na alta temporada.

 

  • Taberninha do Manel: à margem do Douro, em Vila Nova de Gaia, a Taberninha do Manel disponibiliza mesas junto à calçada, com belas vistas para o Porto, a ponte D. Luís I e também para o movimento do cais da ribeira de Gaia. O cardápio por lá é bastante variado (adoramos a alheira e os rissóis), mas um dos mais pedidos é o Bacalhau com Natas. Este:

Por que se come tanto bacalhau em Portugal?

A história dos portugueses com o bacalhau começa no fim do século 14, quando a Marinha portuguesa descobriu que o peixe seco e salgado se conservava muito bem durante as longas viagens marítimas. No século seguinte, durante suas incursões pelos mares do mundo, os navegadores portugueses encontraram águas cheias de bacalhau perto do Canadá e da Groenlândia. Foi quando se deu início à pesca do bacalhau pelos portugueses – que foram expulsos da região no século 16, por franceses e ingleses.

No entanto, foi somente no século 20 que a popularidade do bacalhau chegou às mesas portuguesas de fato. Durante a ditadura de Salazar, uma “campanha do bacalhau” tentou reacender a indústria da pesca e usou, para isso, o bacalhau como símbolo nacional. Muitos portugueses, aliás, morreram neste árduo ofício de buscar os peixes em alto-mar.

Atualmente, 70% de todo o bacalhau consumido em Portugal vem da Noruega. Segundo estimativas do Conselho Norueguês dos Produtos do Mar (NSC) para Portugal, o país consome 70 mil toneladas do peixe todos os anos, sendo cinco mil toneladas somente no Natal.

Bacalhau de diferentes países são vendidos no Mercado do Bolhão, no Porto

Bacalhau é um único peixe?

Cinco peixes marinhos podem ser comercializados com o nome bacalhau. O melhor de todos, também chamado de “o legítimo bacalhau”, é o Gadus morhua, conhecido ainda como o Bacalhau do Porto.

Olha ele ai! Foto: Hans Hillewaert / Wikimedia Commons

As outras espécies vendidas como bacalhau são a Molva molva (Ling), que é mais estreita e tem a carne mais clara; a Pollachius virens (Saithe), com carne mais escura e sabor bastante forte; a Brosme brosme (Zarbo), bastante consumida no mercado brasileiro, é mais utilizada desfiada; e a Gadus macrocephalus (Bacalhau do Pacífico), parecida com o Bacalhau do Porto, mas mais barata.


E você, é um grande fã de bacalhau? Qual é o seu prato com bacalhau preferido? Tem dicas de onde comer bacalhau em Lisboa ou no Porto? Participe nos comentários!

 

Por Bruna Scirea 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog