BlogDestinosDicasInternacionais

Austrália planeja reabrir para viajantes vacinados até o Natal

O ministro do Comércio e Turismo da Austrália, Dan Tehan, anunciou hoje que o país planeja reabrir suas fronteiras para viajantes vacinados até o Natal deste ano, flexibilizando um dos controles mais rígidos e restritivos do mundo sobre viagens ao exterior.

Além disso, cidadãos australianos serão autorizados a viajar livremente para outros países quando a taxa de vacinação em seus respectivos estados de origem chegar a 80%, ressaltou o ministro.

“Temos que seguir o plano nacional que fará com que nossa fronteira internacional seja reaberta. Neste ritmo, o mais tardar no Natal”, enfatizou Tehan.

A Austrália fechou suas fronteiras em março de 2020 e empregou um sistema de quarentena obrigatório, que limitou severamente o número de pessoas que poderiam retornar ao país a cada semana. No entanto, após 18 meses de limitações e confinamentos, seus cidadãos reclamam que se sentem prisioneiros, já que estão praticamente proibidos de deixar o país ou de receber visitas de parentes do exterior.

Melbourne

A Austrália deve testar “passaportes de vacinas” com outros países, como Cingapura, Japão e Estados Unidos. O governo também está explorando a abertura de bolhas de viagens para reduzir o tempo de quarentena.

A Qantas, principal companhia aérea do país, anunciou que vai retomar os voos internacionais aos poucos, a partir de outubro. O aeroporto de Sydney é sua principal base de operações. Mas a empresa mantém também voos para o exterior partindo de Melbourne, Perth, Brisbane e Gold Cost.

Boeing 747 da Qantas

Atualmente, cerca de 38% dos australianos receberam as duas doses da vacina contra o coronavírus. E pouco mais de 60% a primeira dose. Com uma população de cerca de 25 milhões de pessoas, o país continental teve apenas 90.369 casos confirmados de covid-19 e 1.186 mortes. Mas vive agora a fase mais aguda da pandemia, com média de 1.688 casos por dia.

Resta saber se o turismo de vacinados será mesmo liberado sem restrições ou quarentena. Vamos aguardar e acompanhar!

Com informações da CNN.

 

Por Leonardo Cassol

Talvez você possa gostar

Comments are closed.

More in Blog