BlogDestinosDicasDiversas

10 viagens de aventura para fazer pelo menos uma vez na vida

O ano passado certamente não deixará saudades na vida de nenhum viajante. Os nossos sonhos de destinos ficaram somente no pensamento. Ainda estamos numa fase bem delicada. Aguardamos o momento oportuno de novamente embarcar  numa nova viagem. É hora de avaliarmos, estudarmos e organizarmos a próxima parada. Mas não precisa ser para um lugar comum, que tal uma grande aventura? Aquela que marcará para sempre e dividirá sua vida em antes e depois desta viagem. O jornal britânico Independent fez uma lista com 10 incríveis destinos e desafios pelo mundo. Aproveite!
 
 

 

Monte Everest

Uma aventura para quem tem muita disposição, coragem, treinamento e um bolso recheado. Se escalar o Pico dia Bandeira com seus quase 3 mil metros de altitude ou Dedo de Deus em Teresópolis se tornaram fáceis e não representam mais nenhum desafio para você, está na hora de escalar a montanha mais alta do mundo, o Monte Everest. Para chegar até lá você deve viajar até o Nepal e também contratar uma empresa certificada para fazer a subida. O custo pode ultrapassar os R$ 300 mil.

Além do alto gasto para a viagem que dura 65 dias, é importante fazer diversos treinamentos antes de viajar, pois a subida é dura e as condições bem adversas. Muitos aventureiros não retornaram de suas escaladas, mas a grande parte retorna são e salvo para contar histórias incríveis.

World Yacht Race

Quer navegar ao redor do mundo, mas tem receios de ir sozinho? Inscreva-se para a Clipper Round the World Yacht Race, um evento bienal que permite a velejadores amadores participar de uma das oito etapas (ou toda a extensão) de uma corrida de 40.000 milhas náuticas em todo o mundo. 

Não importa se a sua única experiência marítima é passear com pedalinho em forma de cisne num lago. Você pode ser amador, mas tem que ter um preparo físico. O treinamento pré-corrida Clipper Round dura 26 dias e você terá que ter um bom nível físico e saber nadar, é claro. As iscrições para a próxima etapa, que começa em Londres em agosto deste ano, já estão abertas e custam a partir de R$ 48 mil. 

Eco-lodge mais remoto da América do Sul

Nada de aventura e nem de arriscar a vida, que tal conhecer uma das reservas mais bem preservadas da América do Sul e o eco-lodge mais remoto do continente. Para chegar até lá você deve viajar até Cusco, no Peru, e tomar um voo de 45 minutos até Puerto Maldonado, no meio da Floresta Amazônica. Ao chegar a cidade ainda tem uma viagem de ônibus de 1 hora e uma barco que pode durar até 4 horas.

Tudo isto vale a pena. Este alojamento remoto fica na Reserva Nacional Tambopata e funciona como uma base para pesquisadores da vida selvagem que vêm estudar a flora e a fauna da área, que inclui 1.000 espécies de borboletas, 100 espécies de mamíferos e 600 espécies de pássaros.

 

 

Ver aurora boreal de um balão

Admirar a aurora boreal faz parte da lista de desejos de muitos viajantes. Todos os anos turistas procuram os países do norte para admirar este fenômeno natural. Os lugares mais famosos são Noruega, Finlândia, Suécia e Islândia. A nossa editora Monique Renne esteve na Islândia e escreveu um post com dicas para realizar o sonho de ver a aurora boreal. 

Entretanto, para melhorar a experiência de caçar aurora borel uma empresa turística inovou e está oferecendo voos de balão. A viagem ocorre a noite na parte sueca da Lapônia. Uma incrível aventura nos ares para admirar as luzes do norte dançando no céu em tons de verde, rosa e roxo.

Mergulho nas Ilhas Galápagos

Bem perto do Brasil e um destino pouco buscado pelos brasileiros. As Ilhas Galápagos, no Equador, são incríveis e um destino que deve fazer parte da sua lista de roteiros. Além de leões marinhos, aves, iguanas, tartarugas gigantes, uma experiência completa no arquipélago é desvendar o fundo do mar. Em cada ilha uma descoberta diferente.

Entre os locais imperdíveis da região incluem Roca Redonda, onde há um vulcão subaquático para explorar; Ilha Isabela, onde se pode nadar com focas e focas; e mergulhos com tubarões. Nas ilhas equatorianas é possível avistar o tubarão martelo, o tubarão de ponta branca, o tubarão tigre e até o tubarão baleia.

Migração de gnus na Tanzânia

O que vem a sua mente quando falamos em migração de gnus. Eu não consigo esquecer aquela cena dos gnus correndo no meio do desfiladeiro no filme Rei Leão. Todos os anos, ocorre a migração de gnus entre janeiro e abril nas planícies  do Parque Nacional Serengeti, na Tanzânia. Rebanhos de mais de 1,5 milhão de gnus e centenas de milhares de zebras e gazelas saem do sul de Serengeti para o norte do Parque, divisa com o Quênia. Para muitos, a melhor época para ver a migração é no mês de fevereiro quando acontecem os partos dos filhotes gnus. São cerca de 8 mil todos os anos.

Corrida com cães

Que tal participar de uma corrida de cães no Alasca? Você pode participar da Iditarod, uma corrida de cerca de 1600 km que corta o estado norte-americano e ocorre no mês de março.

Para participar da grande corrida é preciso se preparar e participar de uma série de provas de qualificação. Todo o percurso gelado dura 15 dias para ser feito.

Cruzeiro na Antártica

Conhecer a região gelada da Antártica, com certeza, faz parte dos sonhos de muitos turistas aventureiros. Chegar ao continente gélido e inóspito não é fácil e nem um pouco barato. A maioria dos cruzeiros zarpa do Ushuaia ou Punta Arenas, no extremo sul do nosso continente. As paisagens brancas e belas são inesquecíveis. Algo único em todo o planeta.

Mergulho na Indonésia

Raja Ampat é considerado um dos melhores destinos de mergulho do mundo e também um dos mais remotos. Este belo arquipélago indonésio na Papua Ocidental é famoso por seus corais coloridos e pela diversidade de sua vida marinha. Você já sonhou em avistar um orectolobidae, um esguicho do mar com boca de ouro ou um tubarão-tapete da Indonésia? Então Raja Ampat é o lugar para você. 

Maratona no Polo Norte

As corridas de rua estão em moda e cada vez ganham mais adeptos. Até eu já entrei neste time. Mas esqueça as triviais corridas e maratonas, como São Paulo, Nova York ou Londres. Se você quer sair da rotina o melhor a fazer é se inscrever na Maratona do Polo Norte. Como a região é bem inóspita, a corrida é feita num circuito com cerca de 4,2 quilômetros. Para completar a prova o competidor tem que dar 10 voltas. Além do frio e dos ursos polares, o atleta deve preparar o bolso. O preço de um pacote para participar desta aventura é de cerca de R$ 105 mil. A próxima prova acontece no dia 13 de abril.

 

 

Dos destinos acima qual é mais o seu perfil? Já sonhou com algum deles? Deixe seu relato nos comentários abaixo.

 

Por Rafael Castilho 

Talvez você possa gostar

Leave a reply

More in Blog