BlogDestinosDicasInternacionais

Espanha reabre fronteiras para brasileiros vacinados nesta terça (24)

Aeroporto Madrid-Barajas foi o que mais perdeu conectividade.

Brasileiros vacinados poderão entrar na Espanha a partir desta terça-feira (24), sem necessidade de quarentena. Os turistas terão que apresentar prova de vacinação com algum dos imunizantes aprovados na União Europeia ou pela Organização Mundial da Saúde (Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Jansen, Coronavac e Sinopharm). Alem dos vacinados também podem entrar na Espanha as pessoas que estão dentro das seguintes categorias:

a) Espanhóis.
b) Cônjuges de cidadãos espanhóis ou com união estável inscrita em um registro público, ou ascendentes e descendentes dependentes, sempre que viajem com ou para reunir-se com o cidadão espanhol.
c) Residentes habituais na Espanha, outros países da União Europeia, Estados Schengen Associados, Andorra, Mónaco, Vaticano (Santa Sé) ou São Marinho que se desloquem a esse país, fornecendo prova documental disso.
d) Os titulares de um visto de longa duração emitido por um Estado Membro ou Estado Schengen Associado que se dirijam a esse país.
e) Pessoal de transporte, marinheiros e pessoal aeronáutico, necessários ao desempenho das atividades de transporte aéreo.
f) Pessoal diplomático e consular, de organizações internacionais, militares, da proteção civil e membros de organizações humanitárias, no exercício das suas funções.
g) Pessoas que comprovem documentalmente motivos de força maior ou necessidade, ou cuja entrada seja permitida por motivos humanitários.

As categorias a), b), c), d), e) e f) devem documentar sua situação junto às autoridades de fronteira com passaporte, visto, cartão de residência, certidão de casamento, união estável ou livro de família, conforme o caso. Nos casos da categoria g), será preciso entrar em contato com a Embaixada (sc.brasilia@maec.es) para obter a autorização de viagem com pelo menos três dias úteis de antecedência.

Todos os passageiros na entrada na Espanha deverão apresentar um certificado de vacinação (mínimo 14 dias da última dose da vacina). Aqueles que não estejam vacinados e que estejam dentro de alguma das outras categorias deverão apresentar teste negativo de Covid-19 realizado 72 horas antes da chegada a Espanha ou teste de antígenos realizado 48 horas antes da chegada ou certificado de recuperação (máximo 180 dias a partir da data da toma da amostra).

 

Por Pedro Menezes 

Talvez você possa gostar

More in Blog